Notícias

Home > Notícias

Aspecto Histórico:

 

Gavriil Ilizarov tem uma história de vida notável, saindo de uma aldeia isolada nas montanhas do Cáucaso para se tornar uma figura mundialmente conhecida na ortopedia e um dos cientistas mais condecorados da União Soviética. Ele nasceu em uma pequena comunidade judaica e não pôde frequentar a escola até os 11 anos porque sua família não tinha dinheiro para comprar sapatos. Ele se graduou em medicina na Simferopol Medical School, e em 1944 foi enviado para a cidade siberiana de Dolgovka como o único médico para uma área do tamanho de uma pequena nação europeia. Em 1949, ele foi promovido a médico da equipe do hospital em Kurgan, na Sibéria Ocidental, onde foi confrontado com a difícil tarefa de tratar muitos pacientes com feridas de guerra que haviam progredido para fraturas não cicatrizadas com risco de perda dos membros, infecções e outras complicações.

As condições de trabalho eram primitivas: não havia antibióticos e nem muitos equipamentos, e a sala de cirurgia era aquecida por uma lareira a lenha. No entanto, no hospital de dois andares com estrutura de madeira, ele inventou e desenvolveu os notáveis ​​métodos e equipamentos pelos quais ficou tão conhecido. Em 1951, ele estava usando seus dispositivos para tratar fraturas complexas e infectadas e para alongar ossos. Sua teoria era de que o osso cresceria se fosse gradualmente distraído e seu fixador externo, de halos circulares de aço conectados por hastes e fios de fixação óssea, produziu resultados incríveis nunca vistos antes na ortopedia. Seu trabalho foi o início de um novo paradigma médico, a conservação e exploração da plasticidade natural ilimitada do osso. Embora os resultados do Dr. Ilizarov fossem surpreendentes, sua teoria era contrária às visões ortodoxas sobre regeneração óssea da época.

Sendo assim, sua reputação permaneceu confinada à Sibéria até 1967, quando ele tratou com sucesso o saltador olímpico russo, Valery Brumel, que, após um acidente de motocicleta, havia infectado cronicamente fraturas não consolidadas de ambas as pernas, mesmo após 14 operações pelos melhores cirurgiões de Moscou. Após o tratamento de Ilizarov, Brumel, completamente curado, voltou às competições de salto. O trabalho do Dr. Ilizarov é um marco na ortopedia e seus princípios e métodos são utilizados até hoje no tratamento de fraturas não consolidadas, tratamento de infecções ósseas, correção de deformidades, correção de falhas ósseas e alongamento ósseo.

 

Como funciona?

 

O método é baseado no princípio que Ilizarov chamou de “teoria das tensões”. Através do estresse de tensão controlado e aplicado mecanicamente, Ilizarov foi capaz de mostrar que o osso e os tecidos moles  podem ser regenerados de maneira confiável e reprodutível. Os anéis superiores do fixador externo de Ilizarov (fixados ao osso saudável) permitem que a força seja transferida através da estrutura externa (hastes metálicas verticais), contornando o local da fratura. A força é então transferida de volta ao osso saudável através do anel inferior e dos fios tensionados. Isso permite que o aparelho de Ilizarov atue como uma espécie de ponte, imobilizando o local da fratura e aliviando o estresse, permitindo o movimento de todo o membro e o suporte parcial de peso. Anéis médios do fixador externo(e fios tensionados) atuam para manter os fragmentos ósseos no lugar e dar maior suporte estrutural ao aparelho e ao membro. No entanto, os anéis de suporte de carga críticos são os anéis superior e inferior que transferem a força do osso saudável para o osso saudável, contornando o local da fratura.  

Esse método de fixação criado por Ilizarov permite, além do tratamento de fraturas, a correção deformidades,  correção de falhas ósseas e o alongamento ósseo por distração osteogênica.

 

Como é realizado o alongamento ósseo?

 

O procedimento consiste em uma cirurgia inicial, durante a qual o osso é cirurgicamente fraturado e o fixador externo circular é instalado. À medida que o paciente se recupera, o osso fraturado começa a cicatrizar. Enquanto o osso novo cresce, a armação é ajustada girando as porcas, aumentando assim o espaço entre dois anéis. Como os anéis são conectados a lados opostos da fratura, esse ajuste, feito quatro vezes ao dia, afasta a fratura agora cicatrizada em aproximadamente um milímetro por dia. Os aumentos diários incrementais resultam em um alongamento considerável do membro ao longo do tempo. Terminada a fase de alongamento, o aparelho permanece no membro até a consolidação óssea completa. O paciente é capaz de caminhar com o fixador de Ilizarov, inicialmente usando muletas até que a dor reduza consideravelmente. Uma vez que a cicatrização esteja completa, uma segunda cirurgia é necessária para remover o fixador externo. O resultado é um membro significativamente mais longo. 

A principal vantagem deste procedimento é que, como o aparelho fornece suporte completo enquanto o osso está se recuperando, o paciente pode permanecer ativo, auxiliando assim na recuperação.


Agende sua consulta

Referência em Ortopedia, Traumatologia e Reabilitação trabalhamos com foco na excelência e humanização.

Olá!

Gostaria de falar conosco no WhatsApp?

Gostaria de agendar e receber uma chamada em outro horário?
Deixe sua mensagem! Entraremos em contato o mais rápido possível.