Notícias

Home > Notícias

Fibromialgia: sintomas e tratamentos

A fibromialgia é um distúrbio do corpo que afeta tanto o corpo quanto a mente. Ela é definida como um quadro de dores generalizadas que envolve dor e rigidez nos músculos e nas articulações junto ao cansaço incomum, ao sono e à alteração de memória e do humor. Pesquisadores da fibromialgia a definem como uma amplificação das sensações dolorosas que afetam a forma como o cérebro e a medula espinhal processam sinais dolorosos e não dolorosos. 

Despertamos sua curiosidade? Fique conosco que o Dr. Juliano Voltarelli Franco da Silva (CRM: 121.255), ortopedista da Ortocity, explica tudo sobre a fibromialgia.

A fibromialgia é uma doença?

Esse é um debate recorrente na medicina! A fibromialgia não é considerada uma doença por diversos médicos, mas sim um reflexo de um sofrimento psicológico ou estressante. No entanto, também não há provas de causas psicológicas. 

“É necessário uma melhor compreensão do distúrbio para que a medicina consiga definir a fibromialgia como uma doença”, comenta Dr. Juliano. 

Qual a causa da fibromialgia?

Não há uma causa conhecida para fibromialgia, o diagnóstico é feito quando os médicos não conseguem encontrar nenhuma outra razão física para os sintomas do paciente. 

Dr. Juliano explica que, em geral, os exames de sangue e de imagem são normais nas pessoas com fibromialgia. O início do quadro normalmente começa após um evento, como um trauma físico, uma cirurgia, uma infecção ou um estresse psicológico significativo. Em outros casos, os sintomas se acumulam gradualmente ao longo do tempo, sem nenhum evento desencadeante. 

Quais são os sintomas da fibromialgia?

Embora muito variados de paciente para paciente e, normalmente, ocorrendo de forma simultânea, podemos dividir os principais sintomas da fibromialgia em quatro grupos: 

-Dor generalizada: dor incômoda e constante que dura pelo menos três meses. Para ser considerada generalizada, a dor deve ocorrer em ambos os lados do corpo e acima e abaixo da cintura.

-Fadiga: cansaço anormal. Pacientes relatam que acordam cansados, mesmo tendo uma boa noite de sono.

-Dificuldades cognitivas: dificuldade na capacidade de se concentrar, prestar atenção e focar em tarefas mentais.

-Pontos sensíveis: pontos específicos no corpo que doem ao simples toque, como uma região de hipersensibilidade. 

Como é feito o diagnóstico da fibromialgia?

De acordo com o American College of Rheumatology, os critérios para o diagnóstico de fibromialgia incluem uma combinação de sintomas inexplicáveis, como dor, fadiga, acordar cansado e/ou problemas de pensamento ou memória. Entretanto, os médicos dão o diagnóstico de fibromialgia aos pacientes que apresentam dor generalizada e nenhuma outra causa identificável, mesmo que os outros sintomas não sejam identificados. 

“O diagnóstico é totalmente baseado na história clínica e na avaliação física do paciente. Os exames subsidiários, como os de sangue, as radiografias e a ressonância magnética, servem somente para excluir outras doenças, uma vez que eles estão normais em pacientes com fibromialgia”, explica Dr. Juliano. 

Existe alguma prevenção para a fibromialgia?

Infelizmente, não existe ainda nenhum método ou tratamento preventivo conhecido para o distúrbio. 

Qual o tratamento para fibromialgia?

O tratamento da fibromialgia tem quatro pilares principais: o uso de medicamentos, atividades físicas, medidas comportamentais e terapias adicionais.

“O uso de medicações pode variar dependendo do caso e a associação de diferentes classes de medicamentos é utilizada. Para alívio da dor, podem ser usados desde analgésicos comuns, como paracetamol e dipirona, até anti-inflamatórios, como cetoprofeno e diclofenaco, ou ainda relaxantes musculares. Esses medicamentos podem também ser combinados com antidepressivos para o aumento do potencial analgésico. Nos últimos anos, também foi aprovado o uso de novas medicações para o tratamento da fibromialgia, como a duloxetina e a pregabalina”, explica Dr. Juliano

A prática regular de atividades físicas é essencial para o sucesso do tratamento da fibromialgia. Atividades de baixo impacto, como caminhadas, natação e bicicleta, praticadas regularmente, têm efeitos na redução da dor, diminuição da ansiedade e do estresse, além da melhora da qualidade do sono.

Para melhorar o sono, é importante que o paciente durma entre sete e oito horas de sono por noite, mantenha o mesmo horário de sono todos os dias e faça refeições leves antes de dormir e sem a nicotina, cafeína e o álcool, que atrapalham o sono. Além disso, o paciente precisa cuidar do ambiente de sono, deixando-o totalmente escuro, com temperatura amena e evitando o uso de celular, da televisão ou de tablets antes de dormir. 

O paciente com fibromialgia também pode contar com várias terapias para controlar a dor, o estresse e a ansiedade, como a acupuntura, massagem terapêutica, compressas quentes, tai chi chuan, hipnose ou terapia de grupo.

Para melhorar a efetividade do tratamento, são usadas várias modalidades terapêuticas simultaneamente e o tratamento deve ser sempre individualizado, com planos de tratamento prescritos avaliados caso a caso.

Quando procurar o médico?

Não há uma regra do momento certo para procurar ajuda médica, mas, recomenda-se uma avaliação médica em casos de dor crônica ou dor de forte intensidade, cansaço extremo, especialmente se esses sintomas interferirem na capacidade de trabalhar, dormir, fazer tarefas diárias normais ou desfrutar de atividades recreativas.

Com a presença desses sintomas, procure um reumatologista ou um ortopedista para a identificação da fibromialgia e o encaminhamento ao tratamento multidisciplinar. 

Se você precisar de ajuda, a Ortocity conta com um time de ortopedistas para oferecer o diagnóstico da fibromialgia, além de contar com a acupuntura e academia terapêutica.

Dr. Renato Agrizzi
Ortopedista | CRM: 159.112

Agende sua consulta

Referência em Ortopedia, Traumatologia e Reabilitação trabalhamos com foco na excelência e humanização.

Olá!

Gostaria de falar conosco no WhatsApp?

Gostaria de agendar e receber uma chamada em outro horário?
Deixe sua mensagem! Entraremos em contato o mais rápido possível.