Notícias

Home > Notícias

O que é sarcopenia?

Derivado do grego, o termo sarcopenia significa “perda de carne” e refere-se a uma redução da massa muscular corporal (massa magra). Esse processo faz parte do envelhecimento e, em parte, contribui para o declínio da qualidade de vida na velhice. Segundo a Associação Brasileira de Geriatria e Gerontologia, cerca de 15% dos brasileiros têm sarcopenia a partir dos 60 anos, chegando a 46% após os 80 anos.

A sarcopenia em idosos pode ser causada por alterações hormonais e fisiológicas causadas pelo próprio envelhecimento, ou por doenças que ocorrem frequentemente em idosos, mas também pode estar associada a um estilo de vida sedentário e maus hábitos alimentares. Na velhice, esses problemas se tornam mais frequentes devido ao estilo de vida, limitações físicas ou problemas como depressão.

Em pessoas saudáveis, a massa corporal magra normalmente começa a diminuir após os 30 anos, em cerca de 1 a 2 por cento ao ano. Sem precauções, pessoas na faixa dos 80 anos podem ter apenas 50% da massa muscular de sua juventude.

No entanto, a sarcopenia não está associada apenas ao envelhecimento. Algumas doenças, como câncer, infecção grave ou processos inflamatórios crônicos, trauma grave, podem causar uma perda acelerada de massa muscular muito mais grave do que ocorre com a idade.

 

Quais são os sintomas da sarcopenia?

A perda de massa muscular geralmente leva tempo para ser notada. No entanto, alguns dos primeiros sinais são:

  • Dificuldade em realizar atividades físicas antes consideradas fáceis, como subir escadas, trocar lâmpadas e carregar sacolas ou mantimentos. 
  • Desequilíbrio ao caminhar em terrenos acidentados, como ruas irregulares e buracos. 
  • Quedas persistentes, geralmente quando a perda muscular já está em estágio avançado.

 

Como prevenir a sarcopenia?

O exercício físico e uma alimentação equilibrada sob orientação profissional são as formas mais eficazes de prevenir ou reduzir a sarcopenia. Na atividade física destaca-se o exercício de resistência, sendo o mais prescrito a musculação, já na dieta, os alimentos mais indicados são os ricos em proteínas como carne de vaca, peixes, derivados de leite e ovo. Esta combinação pode ajudar a ganhar ou manter a massa muscular.

Para indivíduos saudáveis, é recomendado consumir pelo menos 1 a 1,2 gramas de proteína por quilograma de peso corporal por dia, especialmente para os idosos.

 

Como a sarcopenia é diagnosticada e tratada?

Um diagnóstico geralmente é feito por um clínico geral, geriatra ou ortopedista, pois a condição é mais comum em adultos mais velhos. O diagnóstico é feito através de uma história clínica e um exame físico direcionado, mas há também alguns exames de imagem que ajudam a mensurar a perda de massa muscular.

O tratamento da sarcopenia inclui exercícios de resistência adaptados à condição física de cada paciente, bem como uma dieta guiada suplementada com proteínas, como whey protein. O tratamento é de longo prazo, com duração de meses ou anos, e geralmente envolve mudanças no estilo de vida. Para pacientes que perderam massa muscular durante uma doença aguda, o tratamento termina com a restauração do volume muscular, especialmente da força muscular.

Em alguns casos, quando a sarcopenia está em estágio mais avançado, o tratamento também pode incluir o uso de esteroides anabolizantes sob supervisão médica. A aplicação de hormônios sintéticos mimetiza a função dos hormônios nutricionais em nosso organismo, auxiliando assim no aumento da massa muscular.

 

Ficou com dúvidas?

Agende já a sua consulta em nosso site, telefone ou WhatsApp!

 


Agende sua consulta

Referência em Ortopedia, Traumatologia e Reabilitação trabalhamos com foco na excelência e humanização.

Olá!

Gostaria de falar conosco no WhatsApp?

Gostaria de agendar e receber uma chamada em outro horário?
Deixe sua mensagem! Entraremos em contato o mais rápido possível.